Sente-me enquanto não desapareço. Afinal, largaste-me assim que me viste, não te custará nada agora, não é? É só fingires que estou ok... Foto: Pinterest
Textos

Sente-me…

Sente-me enquanto não desapareço. Sente cada osso coberto de pele fina, cada respiração fraca, cada batimento falhado. Sente-me caindo – porque realmente, estou caindo em queda livre. Não digas que fui fraca. Se tiveres de dizer algo sobre mim, diz que fui egoísta, porque quis acabar com a minha dor e deixar a mesma nos …

Continue a ler
Foto: Kimson Doan / Unsplash
Reflexão

Dias de verão.

O sol bate insistentemente à janela, às 7:30 da manhã. Sem esforço, levanto-me e aprecio. Em poucos dias, com o retornar da rotina, deixarei de apreciá-lo, na sua magnitude, ou como merece ser admirado. Substituirei um copo de sumo de laranja fresco, por uma chávena de café com leite quente. Os calções e a t-shirt …

Continue a ler
Foto: Max van den Oetelaar / Unsplash
Textos

Cada dia com ansiedade

Perdi-me umas quantas vezes essa semana. Sinto-me a quebrar e a desfalecer, como se estivesse a apodrecer. A dor não para de crescer e só me sinto a adoecer. Parece que nada do que possa fazer, conseguirá tirar-me este peso e este sufoco do meu ser. As noites tornam-se longas demais para aguentar. Tento e …

Continue a ler
Foto: Pinterest
Textos

Tu, saudade.

Estão a ver aquelas pessoas que vocês dizem que não gostavam no início mas agora não vivem sem? Apresento-vos a saudade. Passei parte da minha vida e do meu tempo a pensar que se podia morrer de saudade. Hoje eu vivo dela. A saudade é o vento que reacende o lume. Não deixa perder o …

Continue a ler
Foto: Carolina Pimentel
Na estante

A Paciente Silenciosa, por Alex Michaelides

«Há tanta dor em todos os lugares, e nós apenas fechamos nossos olhos para isso. A verdade é que todos estamos com medo. Estamos aterrorizados um com o outro.» Assim que vi este livro, fiquei a divagar se era uma boa compra ou não. Até à leitura do mesmo, não tinha lido nenhuma review, nem …

Continue a ler
Foto: Tumblr
Textos

Éramos uns adolescentes estúpidos

O nosso amor tinha sido improvável. Éramos adolescentes frenéticos, imperativos e cheios de amor e carinho para dar. Queríamos distribuir o máximo que conseguíamos por todos, até que nos vimos. Entre uma fogueira e uma música calma cantada pelos nossos amigos em comum, ela olhou-me profundamente nos olhos e eu soube que nunca mais os …

Continue a ler
Foto: Josh Hild / Pexels
Textos

Então, deixemos de remar…

Então, deixemos de remar… de ir contra a maré forte que nos derruba incansavelmente. Deixemos de nos importar com o que o outro sente. Que se lixem os sentimentos, as pessoas, os momentos e as memórias. Ficaremos livres de represálias e de coisas fúteis, de pessoas arrogantes e otárias. A maioria nem sabe amar. Para …

Continue a ler
Foto: The Optimist ♥ Positive Art
Textos

Cicatriz do tempo.

O tempo? O tempo cura tudo e quem não sabe isso, nunca se magoou. Lá ia eu de rodas nos pés em linha. Na minha cabeça era o mais próximo de voar e planar no céu, mas bem mais rente ao chão. Caía e levantava-me no mesmo segundo, sacudia as mãos e olhava em redor …

Continue a ler
Foto: Bianca Castillo / Unsplash
Reflexão

Sobre as escolhas que fazemos

Passar no intermitente/vermelho, sem nem parar, deixando todos os que atravessam aquela zona em perigo. Deixar-se permanecer numa relação abusiva, onde o amor já não é casa. Deixar que um amigo ou alguém nos derrube e ainda assim permanecer lá quando é preciso. Deixar que alguém nos use, quando precisa. Deixar-se ficar numa relação, por …

Continue a ler
Foto: Pinterest
Textos

Pessoas frias.

– Estas tão fria. – Senti que esta doeu, foi com tanta tristeza e desprezo que senti-me a derreter um pouco, só para contrariar o que me tinha acabado de dizer. – Não me conheces assim há tanto tempo mas sabes que sou assim, sempre fui. – Olho para o mar e começo a voar. …

Continue a ler