Foto: Pinterest
Comportamento

Um brinde a nossa luta feminina de cada dia

Há quem diga que mulher só se é mulher se estiver um homem a seu lado. Por muito tempo, limitava-se o que devíamos ou não fazer. Há mulheres que tiveram seus grandes feitos condecorados aos homens. Não que hoje em dia, seja totalmente diferente, contudo cada vez mais temos batalhado por nossos espaços, não que seja algo simples, afinal nossa luta se é diária.  

“Não se nasce mulher, torna-se”. (Simone de Beauvoir)

Já se escutou muito por ai “isso não se é coisa de menina” ou “isso serve apenas aos homens”. Quantas meninas com seus sonhos tidos como piadas?! Quantas meninas queriam fazer algo grandioso não puderam o fazer?! O machismo se é enraizado em nós desde a nossa infância, por mais que em alguns casos nos seja difícil admitir, já fomos muito machistas.

 “Sair deste meio machista, não se é simples porém se é libertador.”

Raramente, para não se dizer quase ninguém, pensa em ofertar uma bola de futebol ou uma espada Star Wars às meninas, de pronto pensam nas bonecas de pano ou nas miniaturas de eletrodomésticos. Perceba-se que na atualidade, temos autênticas e maravilhosas jogadoras de futebol e engenheiras mecânicas. Ou seja, elas fazem o “produto” e não mais são usadas por eles.

 “Onde não puderes amar não te demores.” (Eleonora Duse / Frida Kahlo)

Como já dizem por ai “eu não me Kahlo” e não devemos nos calar, há muita gente “amenizando” as causas e consequências de um relacionamento abusivo. Primeiro, jogam culpa na vítima – no caso a mulher – como: “ah, se tivesses sido boa esposa isso não tava a acontecer” ou “ah, em briga de casal não se mete a colher”, pois não se deve mesmo meter a colher e sim se deve meter logo a banca toda. De seguida, dizem que as consequências nem se foram tão graves, podia ter sido pior, e se quebras um braço não se é motivo para tanto estardalhaço.

A violência não se é apenas física em si, mais também verbal, psicológica. Não se há uma ordem exacta para cada uma se acontecer, apenas acontece ou de modo “homeopático” ou de modo concomitante, porém o modo se é o que menos importa.

“Numa sociedade que lucra com nossa insegura gostar de si mesma é um ato de rebeldia” (Pensamento feminista)

Quando se é mãe solteira, escuta-se imenso “ah, na hora de fazer foi bom, porque na hora de criar se é tão complicado?!” ou “ah, mas esta criança precisa de um pai” ou “ah, os 70€ que eu lhe dou ela usa em beneficio próprio”. Há momentos os quais a mãe se farta de explicar que apenas balança a cabeça/revira os olhos quando na verdade lhe apetece mesmo é dar um murro na cara.

Somos programadas para sermos mães, donas de casa que quando destoamos disso somos tachadas por loucas ou algo a mais. Na verdade, somos feitas para sermos o que bem quisermos, e se todo o nosso barulho tá a incomodar se é porquê estamos na direcção correta.

Rosa Branca

Por muito tempo o tom de vermelho-sangue se fez presente na minha vida, por hora limito-me a usar boas doses de solvente-reconstrução para tornar-me branca outra vez.

10 comentários em “Um brinde a nossa luta feminina de cada dia”

    1. Obrigada pelo teu feedback, flor. Fico imensamente feliz que tenhas gostado!
      Forte abraço e sê feliz! 💛

    1. Fico contente por estares a gostar do nosso cantinho, espero vê-la por cá mais vezes!
      Forte abraço e sê feliz! 💛

  1. Que post incrível!
    Ser mulher não é fácil, é uma luta diária, ainda mais se você gostar de “coisas de meninos”.
    Eu tive a sorte de ser criada com pessoas que sempre me ensinaram que ser mulher não me faz inferior a homem não, então não aceito isso da sociedade. O difícil é quando a criação não é assim e a pessoa precisa ser a mudança em si mesma 🙁

    1. Exacto! Para além disso o dia a dia de uma mulher que destoa dos padrões se é uma constante descontrução-rescontrução. O facto se é que por mais que tenhamos pessoas queridas ao nosso redor a mudança sempre vem de dentro de nós mesmas, o que eles fazem se é ajudar e incentivar esta mudança.
      Forte abraço e sê feliz! 💛

  2. Eu acho que, hoje em dia, tem-se vindo a ver mentalidades cada vez mais retrogradas. Cada vez mais, no meu dia a dia, oiço comentários sexistas, mesmo inconscientemente, tornando a situação ainda mais grave. É triste ver o mundo e a sociedade em que estamos inseridos.
    Amei o post <3
    Beijinhos,
    Blog An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook
    Youtube

    1. Há quem faça os comentários inconscientemente e há quem use isso como pretexto para fazê-los. A mentalidade de muitos, seja homens ou mulheres, ainda se é bastante machista/ retrógrada. Há quem pense que chamar-nos “feminista” se é um xingamento quando na verdade se é uma honra, afinal toda luta pelo nosso espaço na sociedade importa.
      Fico contente pelo teu feedback, forte abraço e sê feliz. 💛

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *