Foto: FOX TV
Dicas

Maratona de sábado: American Horror Story

Hey, hey anjos! Como estão? Espero que bem. Já à algum tempo estamos sem um post sobre séries aqui no blog, então para honrar o meu amor por séries e manter-vos ligados sobre várias obras primas da televisão vamos lá para mais uma Maratona de Sábado (YEAAAAAAAAH). A série que vos trago hoje é vencedora de nove prémios entre trinta e sete indicações, incluindo dois Prêmios Emmy do Primetime e um Globo de Ouro (finissimos). A mesma vem viciando os telespectadores desde a sua  estreia em 2011 e, com isto, em mais demoras tenho o prazer de vos apresentar uma das minhas séries favoritas de all the time: American Horror Story. Vocês já tinham lido no título mas mesmo assim decidi fazer suspense (risos). Agora, diretos ao post de hoje 👇.

American Horror Story” é uma série de televisão americana antológica de terror e suspense criada e produzida pelos maravilhosos Ryan Murphy (também criador da série Glee) e Brad Falchuk. Como uma série antológica, cada temporada apresenta uma história independente, seguindo um conjunto de personagens e ambientações distintas, e um enredo com o seu próprio “começo, meio e fim”.

Na primeira temporada, intitulada por “Murder House” onde a trama passa-se em 2011 com o tema, como puderam perceber,  de uma casa mal-assombrada; na segunda, intitulada por  “Asylum” que ocorre em 1964 num manicômio judiciário; a terceira, que recebeu o nome de “Coven“, que se passou em 2013 na cidade de New Orleans, que trata de uma uma comunidade de bruxas; a quarta temporada que se chama “Freak Show“, focou em um circo de “aberrações” na década de 1952. A quinta temporada, Hotel, estreou em outubro de 2015 e é ambientada em um hotel macabro. A sexta temporada, intitulada “Roanoke”, passa-se na ilha de Roanoke, durante os anos de 2014–2016, e se concentra nos eventos paranormais que ocorrem em uma fazenda isolada. A sétima temporada, intitulada por “Cult ocorre na cidade fictícia de Brookfield Heights, em Michigan e mostra os terrores que acontecem após a eleição presidencial dos Estados Unidos em 2016. Neste exato momento está a passar a oitava temporada – estreada a 12 de setembro -, intitulada por “Apocalypse” em que foram cruzadas duas tramas:  “Coven” e “Murder House– mais conhecido pelo termo crossover – o criador da série resolveu ilustrar como seria o mundo  se o tão temido fim chegasse.

Todas estas temporadas são assustadoramente magníficas e o tom sombrio da série só melhora tudo. A mesma é inspirada na novela “Dark Shadows”, que a avó de Murphy obrigou-o a assistir quando era mais jovem para fortalecê-lo a vencer o medo. Além disso, a série também inspira-se em filmes de terror clássicos, como “O Bebê de Rosemary” e “O Iluminado“.

Sobre a abertura macabra da série, que também muda a cada temporada – menos em “Roanoke” – , Ryan Murphy disse:

No momento em que você vê o nono episódio de cada temporada, todas as imagens na sequência de abertura serão explicadas.

No elenco contamos com Sarah Paulson, Jessica Lange, Evan Peters, Kathy Bates, Adina Porter, Emma Roberts, Taissa Farmiga, Lily Rabe, Cheyenne Jackson, Matt Bomer e até com a rainha Lady Gaga. Atualmente, mais duas temporadas foram confimadas e só sabemos que vem coisa boa por aí.

Um spin-off de AHS foi lançado em 2014 também criado por Ryan. “American Crime Story”  é também uma antologia só que de crimes. Cada temporada conta uma história independente, baseada em algum crime real que ganhou comoção pública e foi pauta de notícias. A mesma, conta atualmente com duas temporadas, a primeira intitulada por “The People v. O.J. Simpson” contendo dez episódios e a segunda por “The Assassination of Gianni Versaci” com nove episódios.


Factos e curiosidades:

  1.  A  casa assombrada, referente à primeira temporada, corresponde na realidade à Mansão Rosenheim. O facto é que aresidência também foi utilizada em uma versão especial de “Buffy: A Caça-Vampiros” (1992), na qual os personagens expressam seus temores.😱;
  2. Nem na trilha sonora desta obra prima falta terror. Na primeira temporada foram utilizadas diversas canções de filmes de terror, principalmente dos longas “Drácula de Bram Stoker“(1992), “Revelação” (2000), “Psicose” (1960) e “Sobrenatural” (1995).
  3. Na quarta temporada da série, “Freak Show“,vários palhaços profissionais estavam com raiva de Twisty (personagem macabra presente na temporada) pois o mesmo contribui para o medo de palhaços que muitas pessoas têm. A verdade é: sendo em AHS ou num circo, eu não me aproximo de nenhum palhaço, nem mesmo de nenhum dos meus ex namorados (risos).
  4.  James March, o personagem de retorno de Evan Peters em AHS: Hotel, é o arquiteto dono do Hotel Cortez, que será visto em flashbacks para a década de 1930, onde construiu o design do hotel para satisfazer seus próprios desejos assassinos. Também inspirado em fatos reais; no séc. XIX em Chicago um hotel foi construído por seu dono psicopata H.H. Holmes para que ele pudesse matar seus hóspedes, ele ficou conhecido como “The Murder Castleum dos primeiros serial killers dos EUA. Holmes inaugurou vários hotéis a partir de 1893, neles, ele construía quartos secretos, alguns a prova de som e depósitos para as suas vítimas, acusado de matar 27 pessoas, apenas nove foram verificadas, porém, o número de suspeitas passa de 200.
  5. O tenebroso Hotel Cortez foi inspirado em um hotel real de Los Angeles: o Cecil Hotel. Aparentemente nele ocorreu a morte, até hoje não resolvida, da canadense Elisa Lam, que foi encontrada morta dentro de uma caixa d’água do hotel.

Bem, chegámos ao fim de mais um post e espero que vos tenha convencido sobre o quanto esta série é maravilhosaaaaaa (risos). Já disse que é maravilhosa? Tipo maravilhosa mesmooooo (risos). Caso tenha convencido, poderão assistir a série na Netflix (aproveitem o primeiro mês é gratuito). Têm a minha palavra de honra de que não se vão arrepender. Só não assistam a série depois da meia noite…Mas, já conheciam a série? Que tal, gostaram do post? Comentem tudo, terei todo o gosto de vos responder. Beijooooooooooooos 😘.

Alexandre

Eu sou o ariano que toda a gente te avisou. 18 anos, estudante de Comunicação e escrevo por aqui sobre vários assuntos.

2 comentários em “Maratona de sábado: American Horror Story”

    1. Eita, pois é. São gostos, e gosto não se discutem – às vezes (risos). Obrigado pelo comentário e feedback 💕 Beijinhos 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *