Foto: Pinterest
Textos

Obrigado, Destino.

“Sabes o que é gratidão?” Estas palavras ecoaram na minha mente durante minutos. Fiquei perplexo com o quanto esta pergunta tinha sido repentina. Normalmente teria a resposta na ponta da língua, metaforicamente falando, claro.

“Gratidão?” retorqui. Todos nós sabemos o que é a palavra em si. Mas e o significado que esta acarreta, será que temos noção? Bom, gratidão é uma virtude. No entanto, achar que gratidão é apenas um ato de retribuir atitudes ou gestos agradáveis que outras pessoas geraram nas nossas vidas é uma forma de pensar bem pequena.

Retirei o maço de cigarros do bolso traseiro das minhas calças, o mesmo encontrava-se num estado deplorável de tão amassado que estava, retiro um cigarro e acendo-o vendo a fumaça a desaparecer.

Tentei criar uma linha de raciocínio. Geralmente, agradecemos pelas coisas boas nas nossas vidas, mas e as coisas más? Não faria sentido agradecer por um força superior estar a tramar-nos a vida, contudo sabemos que a vida não é um mar de rosas e muito menos um “País das Maravilhas”, porém essas mesmas coisas menos boas que nos acontecem serviram de lição, fizeram-nos aprender e contribuíram para o nosso crescimento. Penso que coisas más irão sempre acontecer. É inevitável.

Não só coisas, mas como pessoas também. Pessoas más existem. As vilãs dos contos de fada da vida real. Não é como se alguém fosse te oferecer uma maçã envenenada, ou te prender no alto de uma torre. Estas pessoas são mais ligeiras. Elas envenenam-te com pensamentos negativos, com a sua energia negativa ou até com as suas intrigas pessoais. Não queremos estas pessoas nas nossas vidas. Nem pintadas de ouro. Estes são os verdadeiros vampiros contemporâneos, que só estão ao nosso lado para sugar as nossas melhores emoções e apoderar-se do nosso mau estar. Afasta-te disso. Tu és melhor.

No meio disso, sempre temos a nossa luz. Conseguimos aprender com isso. Essa é a lição que iremos aprender. Essencial será aprender a lidar com isso e ter plena consciência que no final tudo dá certo. Aproveitar cada momento junto das pessoas que amamos, dar valor a cada mínimo detalhe, apreciar uma música, uma boa taça de vinho, silêncios que falam mais que palavras ou simplesmente agradecer por cada segundo de nossas vidas.

Obrigado, Destino. Obrigado por todas as lições.  Obrigado por todos os teus acasos.

Alexandre

Eu sou o ariano que toda a gente te avisou. 18 anos, estudante de Comunicação e escrevo por aqui sobre vários assuntos.

2 comentários em “Obrigado, Destino.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *