Foto: Nonki Azariah / Unsplash
Comportamento

Atropelar os outros

Há um enorme problema em ti e não é por seres egocêntrico mas sim, por quereres chegar ao topo atropelando todas as pessoas que calmamente, estão a seguir o seu caminho também. Há espaço para todos. Cada um trabalha para ser o melhor, mas terá de o ser primeiro para si, antes de mostrar aos outros o que de melhor sabe fazer.

Não é atropelando e esmagando os sonhos dos outros que seremos mais felizes e realizados. Na realidade, essa satisfação – de não ter ninguém pelo caminho –, dura muito pouco. Dura tão pouco que no segundo seguinte, irão ansiar poder encontrar outra pessoa na esquina, para que assim consigam matar a fome.

Se não tiverem ninguém a competir convosco, então não são de facto, bons no que fazem. Todos nós gostamos de competição. Ela faz parte de qualquer trabalho ou sonho. A competição faz com que estejamos sempre na ambição de saber mais. (Não de mostrar mais.) Se não temos ninguém para competir, então as pessoas irão facilmente aperceber-se de que de facto, só tu consegues fazer esse trabalho. Por um lado, alimentas o teu lado ambicioso, mas por outro limitas imenso a tua vida e não consegues inovar, porque na tua cabeça já sabes tudo e não tens ninguém que saiba o mesmo que tu. E isto está errado. Há quem saiba mais, só que mostraste-lhe que esta nunca seria notada, de que não valia a pena tentar lutar por algo que já era teu. Limitas-te a enganar as pessoas e elas apenas diminuem-se em prol do teu exibicionismo e voltam costas, muitas vezes, aos seus sonhos.

Contudo, há sempre quem seja mais forte emocionalmente e te faça frente. Pode tardar, mas essa pessoa irá aparecer e vai-te fazer exatamente o mesmo. Como achas que vais sentir-te?

O lugar no topo até pode ser teu agora, porém não foi por mérito, pelo teu conhecimento, foi apenas porque atropelaste todos à tua volta. E quem consegue as coisas pelo seu trabalho, genuinamente, sempre irá valer mais do que alguém que se acha a última bolacha do pacote e que faz os outros sentirem-se miseráveis.

Pois é, meu/minha caro/a, o karma irá encarregar-se de pôr-te no teu verdadeiro lugar. Tudo o que se faz aos outros, quer bem quer mal, recebe-se em dobro. E de nada adianta ter consciência pesada ou arrependimento. A justiça será feita. Não esperes pela demora. Vai apreciando os teus últimos dias de glória, num lugar que nunca foi verdadeiramente teu.

Sofia

18 anos e parece que já vivi mais do que isso. Afirmo que sou o que escrevo. Não há forma mais simples e mais elaborada de me descrever. Escrever para mim é viver. É libertar-me de tudo o que me incomoda, magoa e me impede de crescer. Apesar de micaelense, o meu coração sempre irá pedir pelo Porto, sempre será lá o meu ponto de reencontro, de recomeço. É lá onde tudo faz sentido. É lá onde espero viver. O resto? Basta lerem e descobrirão. 

2 comentários em “Atropelar os outros”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *