Foto: Pinterest
Textos

As pessoas.

Procuro o meu reflexo no espelho do meu quarto, carregado de fotografias coladas na parede. Mas eu não estou do outro lado do espelho e os melhores momentos não estão colados na parede.

O meu reflexo está em cada pessoa, sentada à volta desta mesa. Pessoas essas que me construíram, peça a peça, um puzzle de mil peças, mas fizeram e fazem em cada mesa que enchemos. E nunca vai importar o conteúdo do copo. O que enche a mesa vai ser sempre superior ao lugar. Porque quem faz os momentos são as pessoas que preenchem cada um deles, mesmo que falhem as fotografias, mesmo que falhe a luz vamos saber quem esteve naquele momento, porque há duas coisas que não falham, as memórias e os verdadeiros.

Abandonei muitas vezes o lugar, deixei pessoas para trás porque dei mais importância ao tempo, do que aquela que ele realmente tinha. Porque, o que faço com tempo quando estou sozinha? É ai que entra a minha melhor amiga, a saudade. A saudade é quem me faz voltar a casa. A que me faz viajar no tempo e esquecer o mesmo quando estou rodeada de boas pessoas.

Procuro o meu reflexo, quem sou hoje, quem me tornei. E carrego as pessoas no rosto, nas rugas de expressão. Onde me expressei que amava e sorri, em todas as tardes de gargalhadas que passamos juntos. As lágrimas de amores e desamores que me fizeram chegar a um único abraço. E não sei onde vivi esses momentos, chorei e ri no mesmo lugar. Comecei e terminei histórias no mesmo lugar. Porque quem fica são as pessoas, que te mudam, te modificam ao ponto de serem mais tu do que elas próprias.

E não importa onde vamos estar, porque o mesmo que deixa ir é o mesmo que me faz voltar, as pessoas .

8 comentários em “As pessoas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *