Foto: Tomas Robertson / Unsplash
Textos

Era tão bom

Era tão bom se te pudesse levar para onde estou. Se pudéssemos ser o que sonho que somos. Se fossemos capazes de admitir que gostamos um do outro, mas que somos demasiado otários para não o admitir. Queria que não tivesses dúvidas sobre nós, mas tens. E magoa.

Não sei de ti há tempo suficiente para entender que não te importas comigo, mas não há tempo suficiente para esquecer a tua voz. O sentimento que ainda sinto por ti, faz-se sentir todos os dias, insaciável. Porque raios não consegue morrer no meu peito? Doeria só uma vez, porém não em todas as que nos vemos e me abraças. Não doeria quando mandasses mensagem.

Acho que ambos sabemos que nem para amigos fomos feitos, visto que passamos a vida a discutir como uns imaturos. Às vezes, o amor nos faz passar por burros, por quem nem tem autoestima suficiente para voltar costas e seguir em frente. O amor deixou-me burra demais e fraca. Não consigo aguentar por muito mais tempo esse sentimento, que pulsa no meu peito, e não ser retribuída da mesma forma. Já não dá para aguentar e eu cansei-me de esperar para que voltes com uma ilusão. Ilusão essa que me tortura dia após dia. Preferia bem mais viver com a certeza do que com a dúvida. Mas tu não queres ver isso.

Voltar para ti já não deveria ser uma opção e odeio-me por ainda considerá-la possível. Sei bem que me iludes e que isto não passa de um truque para manteres-me sempre presa a ti. Deveria conseguir seguir os meus sonhos e continuo aqui, esperando por uma resposta que, provavelmente, não será a que espero. E nunca será, porque só me enches de possibilidades impossíveis e dúvidas.

Era tão bom conseguir adormecer-te em mim. Saciar por fim este amor que só me magoa e deixar-te, de uma vez por todas.

4 comentários em “Era tão bom”

  1. Amei essa sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: Cap Legale

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *