Livros para ler este mês Foto: Melina Souza
Dicas

Para ler este mês

À semelhança do mês de janeiro, onde vos sugeri livros para começarem a ler, decidi trazer-vos cinco livros que despertaram-me imenso interesse. Nem todos eles estão inseridos em romance, como comummente, a maioria está propícia a ler, porém os “mais diferentes” vos farão pensar/refletir.

Desde que comecei a trabalhar numa biblioteca, em que estou dentro das novidades – não que seja obrigada a tal – quer a nível nacional, como regional, a minha vontade de ler cresceu gradualmente. E digo-vos desde já que, a miúda que morria de amores por romances e mistério, voltou-se para os livros de autoconhecimento, mente e assuntos envolvendo redes sociais e negócios.

Acredito cada vez mais que se queremos aprender, devemos ler muito. Se quisermos estar um passo à frente dos concorrentes devemos ler o dobro. Com a leitura aprendemos muito. Colocando em prática, por consequência, ainda mais. Não que ler romances seja algo mau. De todo. Em todas as histórias tiramos sempre lições importantes. Basta termos em conta o que verdadeiramente importa. Deixemos de blá blá blá e vamos ao que verdadeiramente importa.

1. A paciente silenciosa (2019), por Alex Michaelides

Sendo um bestseller do New York Times, a nossa mente começa a divagar sobre a qualidade da história – não que a nossa opinião vá ser positiva só por isto –, sendo que o bichinho da curiosidade instala-se automaticamente.

Da autora, ainda me desconhecida, a história desenrola-se à volta do porquê do homicídio do marido de uma famosa pintora britânica. O silêncio por parte da pintora, que matou o marido com cinco tiros, faz com que Theo Faber – um psicoterapeuta criminal – tenha curiosidade em desvendar o mistério. Será um livro para devorar em poucas semanas?

“Impossível parar de ler, profundamente impressionante e intenso, com uma imprevisibilidade tal que mesmo o leitor mais familiarizado com livros de suspense sentirá suores frios.” – Booklist 

Pré-lançamento em português: Wook*

2. Está tudo f*dido (2019), por Mark Manson

Depois do bestseller A arte subtil de saber dizer que se f*da, o autor presenteia-nos com mais um livro inédito. Abordando temas da atualidade, como o aquecimento global, governo e redes sociais, com o humor característico a que estamos familiarizadas, deixa-nos uma pergunta deveras interessante. “Afinal, o que é que se passa connosco?” Acho, verdadeiramente, que todos necessitamos de ler livros como estes, para que possamos refletir no que raio estamos fazendo.

Pré-lançamento em português: Wook*

3. As flores perdidas de Alice Hart (2018), por Holly Ringland 

Afinal, trouxe-vos um romance! (risos) Após leitura da review feita pela Joana Rito, coloquei a história de Alice na minha lista interminável de livros.

Acho que todas as tragédias mudam qualquer pessoa, notavelmente, e sendo que Alice passa por essas mesmas ainda em criança, os estragos são maiores. A partir desse momento, definitivamente, acredito que a visão sobre o mundo muda drasticamente. Em geral, quem leu comentou que tinha sido o melhor livro que já tinham lido até então. Espero que venha a ser a minha (nossa) opinião, em breve.

À venda em português: Wook*

4. O poder da intenção (2018), por Lynne McTaggart

Eis um daqueles livros de desenvolvimento pessoal e espiritual que me vêm conquistando cada vez mais. Desconhecia as obras da autora, sendo que vi este e o próximo livro, numa estante do Continente. Folhei-lhe e o que li deixou-me insaciável. Às vezes, as sinopses não dizem tudo, não é mesmo? Bom mesmo é folhear e decidir se faz sentido a compra ou não.

A obra resume-se a responder às seguintes questões (e um pouco mais):

  • A mente tem algum poder sobre a matéria?
  • É possível que os nossos pensamentos, os nossos desejos e orações possam produzir alterações objetivas no mundo? Ou há mais alguma coisa?

Após a leitura, certamente irei trazer-vos a review! (Caso já tenham lido, gostaram? Mudou a vossa perspectiva, de alguma forma?)

À venda em português: Wook*

5. O campo (2018), por Lynne McTaggart

Nomeado o melhor livro científico-espiritual do ano e sendo um bestseller internacional, é um must read!

Misturando conhecimentos espirituais de Física Quântica de vanguarda e de investigação sobre ADN, Lynne McTaggart desafia-nos a mudar os nossos pensamentos e o nosso mundo. Qual será a força secreta que move o universo? 

À venda em português: Wook*

Para maio são estas as minhas sugestões. Em junho espero trazer-vos mais uns quantos incríveis. Até lá, leiam muito, reflitam e transformem-se em melhores versões de vocês mesmos!

Link de afiliados. 

9 comentários em “Para ler este mês”

  1. Adoro ler e tenho andado um bocado desleixada no que toca a livros e esses deixaram-me com o bichinho outra vez, assim que acabar de ler o que estou agora, vou dar uma olhadela nestas sugestões.

    1. Também ando um pouco desleixada, mas tenho de me reorganizar de modo a conseguir ler a pilha de livros que tenho na mesinha de cabeceira à meses. 😅 Depois se leres algum deles, diz-me o que achaste. Beijinho 😚

  2. Universidade, estou pobre. Carolina, quero assaltar um banco. O primeiro livro exaltou a cassy consumista e burguesa que há em mim

    1. Oh entendo-te. Estando na universidade não há muito dinheiro para coisas de lazer (como os livros, ainda que não os considere de todo uma prática de lazer). Espero que alguém te ofereça pelo aniversário ou pelo natal. Eu sei, eu sei. Ainda falta muito, mas assim já não gastavas esse dinheiro. 😅 beijinho grande 😚

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *