Foto: Udiscovermusic
Outros

Top 6 músicas: Lewis Capaldi

Desde que publicamos o top músicas da Dua Lipa, em setembro, que não atualizamos esta rubrica. Então, não podia retornar sem um cantor que me diz muito e que estou super fã. Confesso que escolher apenas 6 músicas do Lewis foi-me muito difícil. Todas elas têm uma enorme história por trás e por isso mesmo são muito especiais. No entanto, vamos ao post de hoje! \o/

Lewis Capaldi é um cantor e compositor escocês de apenas 22 anos que vai ganhando mais visibilidade de 2018 até então. Alcançou o Top 1 no Reino Unido com o seu singleSomeone You Loved“. Este ano, em maio, lançou o seu quarto álbum, “Divinely Uninspired to a Hellish Extent“, até então o meu favorito.

1. Hold Me While You Wait

Tinha de começar com a minha fav de todos os tempos e que tenho ouvido em repeatover and over again. Esta música é uma realidade na vida de muitas pessoas. A letra foi inspirada na vida do próprio cantor. Após seis meses de namoro, a sua namorada disse-lhe, inesperadamente, que o odiava e ainda assim ele disse «Nada que um par de abraços não consiga consertar.». Acho que não tinha como consertar, né?

Quando estamos num relacionamento onde a outra pessoa não sabe o que quer, é desgastante continuar nesse lugar. É como se estivéssemos a lutar para nada. Nada irá mudar, subitamente.

Acima de tudo, devíamos ter amor próprio suficiente para dizer “chega, vou-me embora!”. De que vale ficar à espera por alguém que nem nos escolheu primeiro? Que tem dúvidas quanto ao que sente? Quem tem dúvidas é porque não sente o que sentia antes. A nossa luz interior vai diminuindo bruscamente, enquanto não sabemos a decisão, quer seja boa ou má.

«I wish that I was good enough, if only I could wake you up… won’t you stay a while?»

Claramente, esta frase demonstra que, embora esteja magoado, não suporta estar sem essa pessoa. Todos nós sabemos o quão difícil é deixar alguém para trás. Superar quem amamos é insuportável, porém, neste caso, não devemos mendigar a amor. Se quisesse, ficava. Quem gosta, não vai embora. Dito pelo próprio Lewis, esta situação é o lugar mais desesperado que alguém pode-se encontrar.

Não desperdicem tempo com quem não faz por ter tempo convosco. 

2. Rush

Incrível como a maioria das suas músicas falam em corações partidos e amor, sobretudo. É incrivelmente triste ver que a grande parte das pessoas se sente de coração partido. Rush em parceria com Jessie Reyez, fala sobre a fase pós-término de um relacionamento. O quanto queremos que a outra pessoa também esteja tão mal quanto nós. Só que, ao mesmo tempo, que não esteja, porque sabemos o quão sofredor consegue ser. Literalmente é um conflito interno que parece impossível de resolver.

«I hope you’re lonely, hope you’re lost ’cause I’ve been and I’d hate to think you’re better off without me»

Para onde vamos quando o amor acaba? O que decidimos? É algo que podemos refletir. É óbvio que pensar que quem amamos está melhor sem nós é uma dor imensa. Afinal, já conseguimos fazer essa pessoa sorrir por nossa causa, porque não conseguimos mais?

Toda a superação de um amor envolve todos esses pensamentos que no final, podem ser auto-destruidores. Quanto mais pensamos, mais nos magoamos. O amor nem sempre dura para sempre. Temos de aceitar isso e seguir em frente. Por mais que custe, por mais que magoe. É o melhor a fazermos por nós próprios.

3. Bruises

Com certeza, já sentiram falta de alguém com quem tiveram alguma coisa e não deu certo, por algum motivo. Embora saibam que, provavelmente, a decisão foi acordada por ambos ou até amigável, há algo que vos atormenta. Provavelmente, o quão bom é ter alguém do vosso lado. Ignorar as razões óbvias do fim, não é benéfico e Bruises é exatamente sobre isso. É o ressentimento que ficou, ao fim de tudo.

Um clip do videoclip

4. Someone You Loved

Como não poderia deixar de ser, esta é uma das minhas premiadas ao Top 6. Primeiramente, quem também chorou rios ao ver o videoclip? Certamente, dava um bonito filme.

Após um término geralmente, queremos ter alguém para sentirmos algo de novo. Sabermos se está tudo bem, preocupar-nos com alguém. Saber o que é realmente amar novamente. Acho que o Lewis conseguiu transmitir isso de uma forma inesperadamente incrível. Quando estamos habituados a ter quem nos ame, a ter sempre quem nos espere, e nos é tirado é sufocante. É difícil deixar de ter, mas, na minha opinião, não é melhor ter quem substitua. Ninguém deve substituir ninguém.

5. Fade

Lançada em 2017 foi a primeira música que conheci do Lewis Capaldi, através da playlist da Marta. É sobre estar apaixonado loucamente por alguém. Sobre superar todas as adversidades, confusões e discussões juntos. E independentemente de todas as batalhas ainda serem um casal. É também por não querer que isso tudo desvaneça e desapareça, visto estarem tão apegados. Uma vez na vida, isso acontece, não é mesmo?

6. Grace

Às vezes, por mais merda e erros que alguém faça, conseguimos relevar. Não importa quantas vezes vão errar, porque ficamos sempre independentemente de tudo. Não conseguimos desapegar-nos. Pior é encontrarmos nessa mesma pessoa uma salvação. A graça (“Grace“) é mesmo essa. Contraditório, não? Todavia, há quem seja a nossa destruição e salvação ao mesmo tempo. Ora pensem.

Chegamos ao fim deste longo post! Definitivamente, tinha muito a dizer sobre cada obra de arte de Lewis. Se não o conheciam, shame on you guys! Contudo, deixem-se levar pela beleza das suas letras. Não se irão arrepender. 😊

2 comentários em “Top 6 músicas: Lewis Capaldi”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *