Foto: natsuki / Unsplash
Lifestyle

Bolha de sabão.

Não sei onde me perdi, ou se algum dia me encontrei. Não sei se irei reencontrar-me por aí, vinda no vento da mudança ou então com a maré baixa. Tudo em mim é catástrofe e a cada segundo algo corrói.

Para onde me levaram e o que fizeram de mim? O meu ser já foi menos corrompido, já foi menos dolorido acordar em mim. Há dias que esqueço o que vivi antes, o que quero viver depois. Há dias em que o começo e o fim são iguais. Há dias que nem começam, que logo damos por terminado.

Amanhã farei melhor, só que o amanhã chega e a preguiça derrota-nos, somos sugados para um mundo de escuridão e de dúvidas e o medo nos faz recusar uma aventura, um dia de sol, a felicidade. Passamos a recusar tudo, deixando a vida passar em frente dos nossos olhos. Porquê amanhã? Porquê esperar pelo “momento certo”? Porque não ? Porque esperamos a “pessoa certa” se a mesma é apenas uma ilusão? Não existem momentos certos ou pessoas certas. Qualquer momento se é tempo de agir. O agora importa mais do que já foi ou do que está para vir. E o que está para vir sempre irá depender de agora. Se nada muda por aqui, neste dia, como podemos esperar a tão aclamada mudança no dia seguinte, se só a adiamos? Se só adiamos o dia em que iremos estar bem com alguém?

Na vida nada é certo, mas podemos fazer com que funcione. Tudo pode correr bem, se nos empenharmos nisso, se fizermos por tudo acontecer.

Se nada fizermos no presente, a vida passará e os arrependimentos não nos poderão fazer voltar no tempo. A vida é como uma bolha de sabão. Nós sabemos quando começa e que irá acabar. Que tal aproveitar enquanto não acaba? Que tal aproveitar tudo agora?

Se é tempo de procurar-nos, de reinventarmos-nos, de voltarmos a ser aventureiros e ir, ainda que com medo. Não é tempo de estar parado e esperar. A espera nada nos irá trazer, não nos irá fortalecer. Há que sair do lugar, aproveitar cada dia e dar o nosso melhor.

Só assim poderemos voltar a ter mais energia, mais motivação para cada novo dia. Assim é fácil voltar para mim de novo, é fácil não me esconder. A luz irá iluminar-nos o caminho e a bússola dos meus sonhos irá guiar-nos para um desfecho bonito. Não sei nada sobre o futuro. Sei tanto sobre hoje e isso é que importa. Saber que hoje dei tudo, que hoje olhei-me e amei-me e que tudo fiz, até mais do que estava ao meu alcance. Hoje é um ótimo dia para mudar e começar. Para quê esperar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *