Foto: Blake Barlow / Unsplash
Textos

Só preciso ficar só.

Só preciso ficar só. Por uns minutos ou até dias. Há um enorme peso no meu peito, que me impede de respirar direito. Não sei mais falar o que penso, não sei demonstrar a turbilhão de sentimentos que sinto de forma correta. No fundo, estrago sempre tudo.

De uns dias para cá que me ando tornando cada vez mais insegura. Duvido até da minha própria sombra. Ando completamente confusa e conturbada com todo o trabalho, stress e ciúmes. Sei que não parece ser muito para uma pessoa da minha idade. Eventualmente, irei terminar por perceber que era muito drama (espero, verdadeiramente, que o seja). Os problemas não são nítidos o suficiente para arranjar possíveis soluções. Parece que quanto mais penso, a menos conclusões chego. Quanto mais sinto por alguém, mais a afasto de mim. Porquê? Porque tem de ser desse jeito? Porque não posso simplesmente sentir e demonstrar a mesma coisa?

Era demasiado bom para ser verdade e já desconfiava disso há tempo suficiente para estar alerta. Esperei que corresse mal, como quase em todas as fases da minha vida correu. Corre sempre tudo mal, quando se trata do amor. Fechei a porta há tempos, deste pobre coração que insiste em querer sentir, em ser como os demais. Só que os demais já não sabem sentir como ele. Pensei que poderia proteger-me para sempre. Falhei completamente.

Quero acreditar que este meu humor é temporário, que irei conseguir confiar na totalidade, que conseguirei finalmente não perder quem mais amo por ter tanta insegurança. Provavelmente, só preciso de um tempo sozinha, para poder respirar e pensar com clareza sobre as atitudes recentes.

Só precisava de desligar por uns tempos. Ir até ao mar e pensar no que quero, no que sinto, se vale a pena lutar ou se é cedo para desistir já. Quem me dera não sentir tanto. Se pudesse seria como a brisa que me aconchega o cabelo, fazendo-o baloiçar. Ser leve, descomplicada e coerente. Infelizmente, sou pura confusão. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *