Foto: Priscilla Du Preez / Unsplash
Reflexão

5 coisas que aconteceram este ano que levaremos para a vida

2020 foi dos anos mais transformadores e desesperantes que alguma vez tivemos, nisso acho que concordámos. Apesar do confinamento, ainda que a pandemia não esteja a acabar, mas sim só a começar, selecionei 5 coisas que me fizeram repensar melhor sobre este ano. Foram 366 dias diferentes, mas ainda assim, merecem toda a nossa gratidão.

Eis as 5 coisas que acontecerem nestes últimos dias, que levaremos para a vida:

  1. Damos as pessoas/ser livre/ estar presente por garantido, quando tudo nos pode ser tirado de um momento para o outro. Quem nos tira a liberdade, quase que nos tira o ar. Foram muitos os que sufocaram neste ano onde a pandemia reinou e ainda reina. Tivemos de passar por muitas fases somente com o nosso eu interior e não foi fácil. Até a pessoa mais sã, se viu à rasca. Ninguém estava preparado para o que viria, e mesmo que nos tenha arrancado pedaços, estamos aqui, não estamos? Amanhã é um novo dia e vai correr tudo bem. Só necessitamos de não dar por garantido pessoas e sermos livres, porque isso facilmente, nos pode ser tirado.
  2. A desistência não é o caminho que nos levará ao sucesso. Desistir por causa de falhas, não é o que nos levará ao sucesso. É necessário cair, falhar, para se ser bem sucedido. Não é questão de sorte, mas sim de trabalho árduo, enquanto todos dormiam ou saiam com quem mais gostavam. Só erra quem tenta e quem não tenta não sai do lugar. Mexam-se, meus queridos, porque apesar da pandemia, o tempo não deixou de passar e as oportunidades passaram, sem as vermos. Corram, que ainda se é tempo de conquistar o que mais desejam! O tempo certo é agora, porque se esperarem sempre pelos momentos certos, vão esperar para sempre.
  3. Coragem e esperança, o resto vem. Durante todas as nossas fases, o que nos irá fazer levantar e continuar vai ser a nossa esperança e sobretudo coragem. Ao termos isto, temos tudo! É urgente acreditar em dias melhores, em situações e em sermos melhores. A esperança move-nos, ainda que achemos que não. Coragem! Vamos todos superar, curar, agradecer e lutar por nós e pelos nossos! 
  4. Amar demais, pois o amor quase sempre cura e torna-nos mais fortes. Sermos amargurados, devido ao passado, não nos fará evoluir enquanto pessoas. Aprender a dar as mãos, a aceitar desculpa, dizer perdão e sobretudo, amar acima de qualquer coisa é importante. Quando aprendemos a amar de verdade, tudo a nosso redor muda de perspetiva. Jamais esquecer que: para amarmos os outros, temos de nos amar primeiro. Investam em vocês mesmos, no vosso próprio amor. O amor cura. Neste tempo de pandemia o que mais nos uniu e nos manteve sãos, foi o amor e não há nada melhor do que isso. 
  5. Há sempre maneira de sorrir e de ser feliz. Ainda que fechados em casa, arranjamos sempre maneiras de nos divertirmos, vermos os nossos, lermos todos os livros abandonados e esquecidos das estantes e aprendemos a dar valor às pequenas coisas, à presença, à amizade, aos abraços. Houve ou não, maneira de continuar a sorrir, apesar de tudo? Então, porque na maioria dos dias somos tão tristes e carrancudos, se temos tudo? Quando não sabemos agradecer pelo que temos, tudo nos parece pouco. Agradeçam quem ainda permanece, quem não vos esquece, quem vos prioriza, os abraços dos avós, as bolachas feitas pelos irmãos, os sermões dos pais. Quando tudo isso nos faltar, seremos mais tristes do que nunca. Agora é tempo de sermos felizes, de sorrir, de agradecer por termos tanto! Há sempre maneira de ver o lado positivo das coisas, basta mudarmos a forma como olhámos as situações. É tempo de sermos felizes! Sejam!
O que 2020 vos ensinou sobre a vida e sobre vocês mesmos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *