Foto: Carolina Pimentel
Na estante

Comer, Orar, Amar, de Elizabeth Gilbert

Nunca vi o filme, nem tinha tido o mínimo interesse pelo livro, quando o recebi de oferta. Já algumas bloggers que seguia, me haviam dito que era o “mais indicado para mim”, de acordo com a fase com que me deparava na altura. Depois, a Joana partilhou a sua review e questionei-lhe se valia mesmo …

Continue a ler
Foto: Pinterest
Textos

Esperança

É preciso deixar ir. Largar, deixar voar para se quiser voltar vir com vontade própria para ficar. A amizade ou o amor não podem ser gaiolas, têm que ser mãos que largam e ensinam a voar. Se nunca mais voltar é porque não era o destino. Vais chorar, cair, pensar que o mundo acabou de …

Continue a ler
Foto: Carolina Pimentel
Na estante

As Flores Perdidas de Alice Hart

As Flores Perdidas de Alice Hart foi uma descoberta infinita do princípio ao fim. O suspense mantinha-me viciada na leitura, fazendo-me ler 100 páginas em poucas horas. Decidi comprá-lo, aquando da leitura da review da Joana Rito. E, confesso que não me arrependi, em momento algum. Não gosto de flores. Acho-as bonitas. Tenho pena de …

Continue a ler
Foto: Joyce Huis / Unsplash
Textos

Recuso-me.

Recuso-me a acreditar que pode haver um fim, que posso vir a perder-te. Não é que façamos para que isso aconteça, porém pensamentos como esses invadem as nossas cabeças, vezes sem conta. Este amor pode não nos sustentar para sempre, mas por enquanto, é isso que ele faz. Nos sustenta. Nos faz ficar mais fortes. …

Continue a ler
Foto: Tumblr
Reflexão

Tudo tem um final.

Continuo tentando acreditar com todas as minhas forças que algum dia irá dar certo. Algum dia, não haverá um final e sim um para sempre. Quero acreditar que isto apenas nos pertenceu por um curto pedaço de tempo e que este tempo não é mais nosso. Mas, é sempre assim, não é? Nós nunca sabemos …

Continue a ler
Foto: Tumblr
Reflexão

Estar quebrando e não ceder.

Tu não sabes o quão difícil é estar quebrando e não ceder. Na verdade, ninguém sabe, só quem está quebrando como eu. Não sabes o quão sufocante é estar quebrando por dentro e não poder deixar que a nossa máscara de “está tudo bem , estou fantástica” caia. Não sabes o quanto custa segurar as …

Continue a ler
Foto: Tumblr
Reflexão

Quando não cultivamos amor

Eu não sei amar como a atualidade otária e ignorante de hoje. Não sei fingir carinho, preocupação, amor ou até um “amo-te” não sentido. Não sei. Posso ser o único errado, quando todos fingem que sentem, fingem que se preocupam e fingem ser alguém que não são. Não sei simplesmente virar as costas sabendo que …

Continue a ler
Foto: Tumblr
Textos

Éramos uns adolescentes estúpidos

O nosso amor tinha sido improvável. Éramos adolescentes frenéticos, imperativos e cheios de amor e carinho para dar. Queríamos distribuir o máximo que conseguíamos por todos, até que nos vimos. Entre uma fogueira e uma música calma cantada pelos nossos amigos em comum, ela olhou-me profundamente nos olhos e eu soube que nunca mais os …

Continue a ler
Foto: Pinterest
Textos

Amor ou carência.

Aprendi que existe uma diferença entre a carência e o amor. Passamos a vida toda à procura da nossa outra metade, de amor, de alguém que nos receba em casa ao final do dia. Alguém que nos diga coisas bonitas, que nos deseje um bom dia. Que nos mime, nos elogie, nos corrija, nos abrace, nos …

Continue a ler
Foto: Eric Ward / Unsplash
Às quartas desabafamos

Não há canudos no amor.

Não preciso de uma licenciatura para fazer sorrir ninguém. Não há engenharia, nem medicina que saiba mais que a simplicidade para fazer sorrir outra pessoa. Ninguém precisa de calçar os sapatos mais envernizados para levar ninguém a passear, até porque os melhores passeios à beira mar são descalços. A essência de alguém não se passeia num bom carro, …

Continue a ler