Foto: Pinterest
Reflexão

Dias e dias.

Dias e dias de distância, de medo do desconhecido, de ter pavor a sair à tua, de lidar com as saudades crescentes da falta de um abraço ou da nossa pessoa-casa. Dias e dias que se prolongam com o mesmo começo e fim, com as mesmas tarefas, nem sempre com o mesmo entusiasmo ou vontade. …

Continue a ler
Foto: Pinterest
Reflexão

dias de carência acumulada.

Há dias e dias de carência acumulada. Vivemos em piloto automático, repetindo as mesmas tarefas como se o começo fosse o fim do dia. E o fim, o começo. Há a carência de um toque, de um abraço. Nós que tanto desvalorizámos a liberdade, um abraço, um beijo na testa, nos vemos encurralados nessas faltas …

Continue a ler